sexta-feira, 19 de março de 2010

Meus sinceros agradecimentos aos leitores e leitoras

Identikit de uma vocação (parte 17)
O identikit chegou ao fim
Queridos leitores do Identikit, este será o ultimo capitulo da História de uma Vocação. Aproveito para despedir-me e agradecer de coração a todos aqueles que direta ou indiretamente contribuíram para o sucesso do Identikit, através de sugestões ou comentários. Meu muito obrigado.
Todos já devem saber que estou a fazer um ano pastoral, ou seja, um período onde faço uma experiência de serviço prático ao IMC, na comunidade do Cacém - Portugal, depois de ter concluído meus estudos teológicos em Roma - Itália. Dentro de pouco tempo devo iniciar a preparar-me para receber os sacramentos do diaconato e, depois, do presbiterado. Continuem a rezar por mim e por todos os missionários.

Uma pequena reflexão sobre o sentido da nossa historia 
Somos nós que escrevemos nossa Historia 
Assim como eu fiz, encontramo-nos todos a escrever o nosso próprio livro, a nossa própria Historia, a nossa autobiografia, capítulo por capítulo.
Essa Historia deveria conter todas as páginas da nossa vida, os nossos familiares, parentes, amigos e todas as pessoas que encontramos e os lugares por onde passamos. 

Quando passamos essas páginas da nossa existência, todas escritas por nós, talvez a primeira coisa que sentimos vontade é de querer arrancar algumas paginas deste livro, algumas páginas que possam aparecer um pouco estúpidas, histórias sobre relações que andaram mal, sentimentos de amor, de dor, porém, sabemos muito bem que não podemos remover nada daquilo que faz  parte das páginas da nossa historia.
Podemos ainda nos deparar com algumas secções que cada vez que as lemos, dá-nos arrepios, secções que nos fazem recordar que fomos feridos ou rejeitados por alguém, tudo isso nos faz sentir medo.
 
Fazer perguntas fundamentais a nós mesmos
Algumas vezes devemos tomar distancia da nossa escrivaninha e fazermo-nos perguntas fundamentais, onde a pergunta principal deveria ser.

E tudo isso...Porquê?
Estou a escrever para mim ou para agradar aos outros?
Estou ficando mais velho? Ou mais maduro?
Deus tem aparecido nas paginas de minha vida?
Esta minha historia vai simplesmente adiante por si mesma ou estou a fazer algo para que ela tome forma e encontre sentido?
Porque estou a escrever esta história e por quê?


Oração de conclusão do Identikit
Senhor,
ajudai-me a aceitar tudo aquilo que foi escrito nas páginas da minha vida.
Sei que não posso anular a minha historia,
mas conto com Tua ajuda para aquecê-la e vive-la com intensidade e amor,
sendo-te fiel nas páginas que se seguirão.

João Batista

2 comentários:

  1. uma rubrica imensa! obrigada pela partilha :)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada por todo o Identikit, foi muito bom :D

    ResponderEliminar